.

07/09/2011

Na falta (de vontade) do que fazer...

Foto: Anderson Fabiano - arquivo pessoal

.   . Uma das coisas que gosto, quando a preguiça de fazer algo útil me abraça, é espiar os motivos que levam as pessoas a visitarem meus blogs.

..... Isso se torna possível graças ao Feedjit, uma ferramenta espertíssima de live traffic, que me permite visualizar em tempo real as visitas que recebo e registra alguns dados, como o local de procedência, a partir de que página o site foi acessado e, em casos específicos, quais assuntos estavam sendo procurados e que os visitantes esperavam encontrar naqueles espaços.

..... Sempre tenho boas surpresas. Algumas me motivaram a anotá-las para quando me inspirasse a escrever esse texto. E as transcrevo exatamente como foram inseridas na busca do Google.

..... No Revelar, alguém procurou saber “qual é o sentido da vida”. Bem que eu gostaria de ter uma tese completa sobre isso. Uma pessoa buscou “porque se escuta o som das ondas do mar dentro das conchas”. Estar apaixonada pode ser uma excelente razão (as demais não são tão poéticas). Outra queria informações sobre “respiração afogada”. Apesar de não ter escrito especificamente sobre o assunto, tenho algumas (ótimas) teorias a respeito.

..... Já tentaram esclarecimentos sobre “pessoas que tem visões”. Não sei o que andei dizendo por lá que levou a isso. Sobre “crianças inquietas”, até procede, porque às vezes me sinto assim (interiormente, claro). Meu poema “The answer is blowing in the wind” já enganou muita gente à cata da música. Mas “revelar senhas, revelar fotos, revelar o futuro, os sonhos e as formas de revelar o amor” são sempre campeãs de busca. Chego a pensar que o povo gosta de revelações. Algumas, já desejei também conhecer as respostas.

..... No (in)foto, já procuraram “fotos de decoração do altar para a festa de São Francisco”. Não devem ter encontrado. E quem buscou por “caçador de belezas e talentos” (!?) deve ter achado o blog uma porcaria. Não decepcionei totalmente quem pesquisou “fotos estradas de ferro desta catarina” (!), mas não contei o que queria saber quem procurou a “história da árvore de "eucalipito” e “reflorestamento de "pinos”. E fiquei imaginando o quanto deve ser surreal e metálico um reflorestamento assim.

..... Essa semana, no FotoGrafismos, duas pesquisas, no mínimo, intrigantes: “figuras escuras da floresta araucária” e “foto de fantasma de casarões antigos”. Não me lembro, sinceramente, de ter fotografado coisas tão sombrias ou espectrais como essas. Em seguida, alguém com espírito mais científico, mas com uma estranha necessidade de contestar a Lei de Newton, queria ver “fotos de cachoeiras caindo de rio acima”. Fiquei pensando onde diachos estaria a força da gravidade na hora de uma foto assim.

..... Mas de todas, a pesquisa mais divertida talvez tenha sido feita aqui, no Meia Vida Inteira, motivada pela dúvida de alguém: “água na concha para crescer os seios resolve?” Desconfio não ter dado a resposta. Mas sei com certeza que decepcionei demais quem queria um “trabalho pronto sobre Pablo Neruda”. E estou certa também de ter enganado uma porção de gente com a crônica “Efeito Borboleta”, que não deve ter atendido satisfatoriamente à curiosidade científica de quem chegou a ela.

..... Uma pena que, depois de determinado número de entradas, as mais antigas acabam apagadas. Devo ter perdido coisas interessantíssimas, como a que acabei de ler e que me moveu a concluir, agora, esse texto: “epitafio porque se morri de amor”.

..... Tomara que a pessoa que pesquisou tenha apenas cochilado ao digitar e esteja vivinha da silva. Mas que me deu um arrepio por pensar que poderia ter sido uma pesquisa do além, deu mesmo.


Helena Chiarello

13 comentários:

Ana Paula disse...

Surpreendente Helena a sua capacidade de extrair crônicas, poesias, enfim escrita das boas de uma plataforma de pesquisas! Estou muito feliz que ainda não tenha fotografado fantasmas em casarões. E quanto a água na concha, só conhecia para criança começar a falar, não para crescer seios.
Bem pesquisa minha, você não encontrará, porque eu venho direto porque sei que vou encontrar maravilhas!
Adorei, beijo.

Majoli disse...

Interessante demais minha linda amiga.
Tenho o tal do feedjit, já reparei o que procuravam, mas nunca anotei.
Agora, desejo o mesmo a essa pessoa, que esteja vivinha, vivinha.....rsrsrsrs


Beijos enormes no teu coração.

Leninha disse...

Helena muito querida,não possuo esta ferramenta meio mágica da tecnologia,
mas pretendo tê-la...achei interessantíssimo saber tudo(ou quase),sobre meus visitantes.
Muito boa sua crônica,e,hoje,não vou sossegar enquanto não conseguir o
tal do feedjit instalado aqui...sou só um pouquinho curiosa.E quanto a fotografar fantasmas,algumas pessoas
afirmam fazê-lo...


Bem, amiga muito amada,vou em busca do feedjit...viu,Helena,o que vc provocou?


Obrigada pelo carinho nos comentário e por sua enorme "maciez".Adoro o som desta palavra,
sabia?
Bjsssss enormes aos meus dois queridos,
Leninha

Su disse...

Minha querida amiga, que gostoso tudo isso aqui, sabe que sempre olho essas "buscas", mas nunca pensei em escrevê-las assim como você fez, achei o máximo, curioso mesmo se colocar do outro lado... e pensar e até mesmo "ver" a reação das pessoas que buscam e encontram o que procuram, ou não...rs Adorei o "trabalho pronto sobre Neruda"... carinha de pau!!!rsrs... Mas enfim, gostei mesmo foi dessa minha amiga ultra inteligente que vê além dos comentários, que vê lá no fundo suas razões, seus sentimentos embutidos, seus interesses mais pronfundos... Essa é Helena, eita que é "porreta" por demais!!! hehehe...

Amiga, te adoro gigantemente e sou sua fã de carteirinha mesmo!!!

Obrigada pelo seu carinho sempre, viu!

Lindona, um dia maravilhoso por aí! E viva a quinta feira depois de um feriado, onde águas descem rio acima!!!kkk... Deve ser o riacho onde se proclamou a Indepêndencia, daí a confusão que ficou o Brasil, tudo de "pernas para o ar"...

Fui... antes que você me expulse...rsrs

Su.

Leninha disse...

Helena muito amada,estou tentando conseguir o feedjit,mas quando chega a um determinado ponto no formulário,volta à estaca zero...mas,vou conseguir...
Obrigada pela pronta resposta e
oferecimento.Vou tentando,se não conseguir peço um help...
Bjsssssss e uma tarde linda tarde para ti,
Leninha

✿ chica disse...

Puxa e que baita crônica que legal isso! Lindo e que bom que tu te preocupa com isso.

Interessante ver os motivos pelos quais os blogs são acessados.Adorei,Helena!

Tomara pare a chuvarada aí e chegue um sol.

Cheguei agorinha da mãe e aqui tá feio, frio danadinho... beijo,tudo de bom,chica

Anne Lieri disse...

KKKK...Ai Helena,essa do fantasma eu acho que fui eu...rss...estava escrevendo sobre fantasma em casarão antigo pra um desses projetos e queria uma imagem bem assustadora!Tinha que ser euzinha!...kkk...eu acho que ninguem nunca pesquisou nadinha no meu blog!Vou ver como funciona pra conferir!Adorei!Bjs,

Anne Lieri disse...

KKKK...Ai Helena,essa do fantasma eu acho que fui eu...rss...estava escrevendo sobre fantasma em casarão antigo pra um desses projetos e queria uma imagem bem assustadora!Tinha que ser euzinha!...kkk...eu acho que ninguem nunca pesquisou nadinha no meu blog!Vou ver como funciona pra conferir!Adorei!Bjs,

Ivani disse...

Oi queridona, passo para deixar um grande abraço.
Ando meio danadinha com a minha coluna, mas vai passar...
Adoro tudo o que leio por aqui. Volto em breve, beijo carinhoso.

Isabel disse...

Gostei imenso do seu texto e do seu sentido de humor.
Um abraço

Leninha disse...

Helena querida,passando rapidinho,pois Ariel esteve internada novamente,veio para casa e agora está em observação.Espero que as chuvas tenham diminuido por aí.
Bjsssss, meus amores,
Leninha

Anderson Fabiano disse...

Stella mia,

Você bem sabe o quanto rimos a partir dessas suas pesquisas. Mas, creia-me, o melhor de tudo ainda foi transformar esse universo surreal numa crônica tão dinâmica, tão atual, tão irreverente e rica.

Menina do Céu, você é um baratinho de pessoa. rssss

Amo você, Poetinha! Sempre!

Barba

gaivotadourada22 disse...

Setembro... Outubro... Novembro... Dezembro! Minha nossa...!!! Quanto eu perdi lendo somente agora esta tua genial publicação!!!
Fiquei imaginando você escrevendo e dando boas gargalhadas, e você pode bem imaginar o que ri aqui... Lembrei-me de quanto nós reviramos essa ferramenta,kkkkkkkkk, para matar curiosidades!!!!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Valeu Lê, você é sensacional, ADORO tua criatividade e todas as maravilhas que escreve... Só tem uma coisa que os "escritos" não superam... A saudade dos nossos papos e nossas boas risadas!!!!!
Um beijo grandão! Adoro Você!