.

09/03/2011

Paz

Foto: Helena Chiarello - arquivo pessoal

.Ela veio nas asas de um pássaro.

Floco de algodão e nuvem,
pairou por um instante
sobre um pensamento
como quem flutua
sobre o vento.

Dançou círculos no ar
numa leveza de essência,
ornou-se de alvura e luz
e enterneceu as horas.

Então pousou,
suave e silenciosamente,
sobre um fôlego do tempo.

Paz.
.
.
.
Helena Chiarello
.

14 comentários:

jღssara disse...

Linda poesia, Helena!
Com suavidade e sensibilidade nas palavras, você nos transporta para esse instante onde se pode sentir a leveza e ver a alvura luminosa da Paz...
Adoreiii!!!

Beijo da Jo! ;)

mhelena disse...

Isto é o sopro de um anjo deixando pegadas de luz! Suave, belíssimo!!
Quase fui tomar um café com vocês (rsrs)
Bjos

Anne Lieri disse...

Quanta leveza nesse poema!Muita paz mesmo nos passa!Parabéns,Helena!Amei te visitar!Bjs,

joaquimdocarmo disse...

... e afalta que fazem, ao nosso tempo, "fõlegos" de Paz!
Poema-grito da cor da paz!
Beijinhos

Anderson Fabiano disse...

stella mia,

a melhores palavras sempre dão ares de preferir pousar em seus lábios. talvez por que as melhores letras insistem em enternecer essas páginas.

...e então, você desenha uma paz que todos precisamos ver.

amo você, poetinha!
barba

Gaivotadourada22 disse...

Minha Querida Poeta e Amiga do Coração...

Bendigo minha passagem por aqui...
Somente posso neste momento ficar calada e tentar impregnar-me dessa PAZ!!! Minha Alma agradece pela plenitude da descrição de Paz!!!
Belíssimooooooo!!!!
Imagem lindaaaa!!!!
Amei!!! V!V!V!V!V!.....
Beijos Mil Lê!

Aleatoriamente disse...

Tão lindo que até toquei.
Paz... Algo tão belo e tão simples, mas para possuí-la o homem a transforma em guerras por quê?
Olá Helena, te vi no blog da Anne e vim te visitar.

Beijo.
Fernanda

chica disse...

Essa linda paz aqui e eu não tinha visto. Que coisa mais maravilhoso ,Helena! Incrível tua habiliadade om as palavras...LINDO! beijos,chica( estou feliz em te ver pertinho novamente!)

manuela barroso disse...

Helena...eu outra vez...
"Não sei por onde vou...só sei que vou por aí..."!
E eu não sei onde devo parar...todos os seus blogs estão o máximo! E eu a pensar que tinha demais...
A sua paz, é o algodão que se sente sem sentir, amiga!
É a alvura onde os olhos repousam!
Paz, pôr de sol, poesia, flores, tudo o que eu planto em mim!
Obrigada, Helena, pela sua visita, e pode crer que gostei muito de a encontrar!
Agradeço, a outro ser incrível o Joaquim Carmo!
Um abraço! E obrigada pelas sua palavras!
manuela

soninha disse...

Maravilhosamente lindo!bjs

Amapola disse...

Faço minhas, as palavras da Lhelena:
"Isso é sopro de Anjo".

Lindo, lindo!!

Um grande abraço.
Tenha uma linda noite de paz.

Leninha disse...

Helena ,obrigada por seus comentários e também pela paz enorme que vem de vc...aceitaria ser minha seguidora,já que eu pretendo acompanhá-la em seus vôos sempre?Bjsss,Leninha.

Su disse...

Helena, perambulando em plena luz do dia, nessa manhã geladinha e atípica de Piracicaba, encontrei a PAZ aqui... há um silêncio mágico nessa poesia... li com os olhos da alma, o cérebro se aquietou... as palavras não se pronunciavam dentro de mim, as palavras se sentiam, sorriam entre si, e como num abraço leve e gostoso, senti a PAZ que tanto precisava... PAZ para iniciar mais um dia, paz para estar pronta para recomeçar sempre e paz que me faz crer que é possível sim "tentar" fazer alguma diferença nessa vida... Posso ter os mais importantes sentimentos dentro de mim...amor, força, coragem, determinação, mas nada sou se não estiver em PAZ... Helena, você é assim... PAZ! Um super beijo nosso daqui... Obrigada pelos carinhos, fiquei feliz que você gostou da borboleta...rs ela tem uma estória e tanto... qualquer dia conto... Não recebo os recados por e-mail... mas tudo bem, os carinhos estão voltando! Su.

Maurélio disse...

Amei, que saudades querida Helena,bjsss