.

28/11/2010

Spending my time

.
Foto: Helena Chiarello - arquivo pessoal

Spending my time toca repetidamente e ecoa nos espaços ocos que me compõem. Era só pra distrair, não pra pensar. Spending my time com horas e vontades que passam avassaladoramente em branco, com uma lembrança que não se apaga do passado, com um presente que não tem forças para ser futuro. Em branco, como o tempo em que me disfarço da lucidez e da agonia a cantar e a dançar, sujeitando-me à alienação, ao fazer de conta que não entendo a tradução disso que toca, interfere, magoa e faz chorar, mas que devia ser apenas música. Estou perdendo. O tempo, a vontade, a esperança e tudo isso que me é tão caro e que parece estar sempre no fim.

(Escrito em fevereiro de 2010)


Helena Chiarello


6 comentários:

Márcia Parente Sena disse...

Que bonito!
Parabéns pelo belo e tranquilo blog!
abraços
Márcia

Ah, dá um pulinho no meu blog: http://viajapensamentos.blogspot.com pega um selinho especial que fiz para meus seguidores e para os blogs que mais admiro!
bjocass

rama disse...

blog brutal!
passa pelo meu e vê se curtes :)
se houver algo que não gostes diz, conselhos são mais do que bem-vindos!
queres seguir-me? :D é que dava um jeitão! :D mesmo!
continua ;)

Anderson Fabiano disse...

stella mia,

cada espera tem seu gosto e seu destino, nada se perde, tudo se transmuta.

o tempo tem seu próprio jeito de fazer as coisas e por vezes, ele apenas se prolonga pra que as vontades se maturem.

a espera teve gosto e destino, o tempo fez a parte dele e nossas vontades amadureceram e se fizeram ainda maiores, mais densas e constantes... and today, here we are.

amo vc, poetinha,
barba

Triste Flor disse...

Um poema que me fez pensar, tristezinho... espero que seja apenas versos, amodoro muito, sinto falta das nossas conversas, tantas coisas que queria compartilhar rs tantos risos, tantas fofoquinhas que sinto saudades rsrs, sabe, vc é muito especial, e foi maravilhosa numa época em que realmente eu precisei de uma mãe, irmã, amiga, confidente, enfim, vc foi e é uma parte que nunca vou esquecer, espero que vc esteja bem...


Amodoroooooooooooooooooooooooooooo muitooooooo.

saudades que não me cabem.
beijo imenso

Helena disse...

Marcinha!

Que delícia encontrar você aqui!
Claro que tá tudo bem, minha linda!... Esse textinho é antigo, e posso dizer que foi só inspiração poética, sim... rs... Como disse no final do texto,
"Hoje, aqui estou eu...
Passando meu tempo na parte mais alta do (nosso) melhor sonho...
E muito mais feliz do que estava aquele dia..."
E essa verdade faz meu coração bater feliz e comovido...

Obrigada pelas palavras tão carinhosas! Sabe que nossa amizade é "daquelas"... Nasceu de um jeito bom, fortaleceu-se de trocas e confianças e teve como destino o carinho, o respeito e os laços de afeto que não de desfazem nunca...

Amodorooooo muitoooo também, amiga linda!
Beijo no coração e muiiita saudade!

Eduarda disse...

Helena,

Entrei aqui por acaso e deparei-me com uma inexplicável sensação de fortaleza, de emoções na sua plenitude.

Os meus parabéns.

bj